Como funciona esta identificação

Na internet, a identificação básica de todos os usuários e computadores é realizada através de números que são denominados de endereços IP (ex: 200.250.83.129). Como números são mais difíceis de serem memorizados do que nomes, foi criado o serviço DNS – Domain Name Server (servidor de nomes de domínio), que permite relacionar um nome a um determinado endereço IP (ex.: empresa.com.br = 200.250.83.129). Todo provedor web tem que ter, obrigatoriamente, no mínimo dois servidores DNS.


Entidades de registro de domínios

Para que a identificação seja correta, na internet não há dois endereços IP iguais e, consequentemente, também não há dois nomes iguais. Para administrar os nomes, foi criado nos EUA o InterNIC (Internet Network Information Center) com a função de coordenar e distribuir endereços e registros de domínios para provedores a nível mundial.

Apesar da InterNIC ter a função de manter o banco de dados de todos os servidores interligados na internet, ela delega o controle de domínios geográficos (.BR por exemplo) para que instituições de outros países também possam fazer suas próprias regras e controles dentro do seu território. No Brasil, o domínio geográfico termina com a extensão “.br”, como em empresa.com.br, e são administrados pelo Registro .br.