O Linkedin hoje é considerada a maior rede social voltada para o mercado profissional, só no Brasil são estimados cerca de 16 milhões de perfis. Ou usuários em geral a utilizam principalmente para divulgar currículo, sua carreira e portfólio, ou seja é um ótimo lugar para se procurar talentos e encontrar empresas.

Assim como no Facebook o Linkedin tem a opção de criar uma página – as Businees Pages. Nela contém algumas funcionalidades diferentes e informações sobre a empresa, informações essas que devem conter:

Imagens e informações básicas

As informações obrigatórias, como endereço, número de colaboradores e website devem ser preenchidas corretamente. Esses dados estarão destacados na página e transmitem profissionalismo para quem lê. Dê uma boa caprichada nas imagens, em especial a do banner, que é a imagem destacada da página, pois assim vai realmente passar um ar de profissionalismo. Empresas pequenas também devem estar no Linkedin.

Produtos e serviços

Faça uma relação dos produtos e serviços oferecidos pela empresa e explique-os de uma forma breve, um parágrafo ou dois já são o bastante. Explique o que é o produto, para que ele serve, seus benefícios, porque o consumidor iria consumir seu produto ou serviço.

Recrutamento e Seleção

A maneira mais fácil de criar interesse na sua empresa e nas atuais vagas em aberto é participar de grupos relevantes. Adote uma postura proativa, inscrevendo-se em grupos relevantes, criando e desenvolvendo uma rede de contatos com candidatos potenciais.

Uma maneira também muito utilizada para atrair futuros funcionários é usando o recurso Empregos patrocinados. Como isso funciona? Seu anúncio vai parar no topo da página inicial da rede social e das mensagens diretas para os melhores candidatos.

Conteúdo

A frequência das postagens no Linkedin não deve ser tão alta como no Facebook, pois as pessoas na maioria das vezes não estão ali para diversão. Em média, um a dois posts por dia já garantem participação efetiva e engajamento, isso para empresas maiores.

O mais importante é definir um tema para as publicações, que podem ser mais institucionais, direcionadas ao público alvo de mercado ou em atração de talentos. O Linkedin pede um tom mais informativo do que outras redes sociais que sejam focadas em entretenimento.