Com o crescimento e popularização das redes sociais, surgiu um novo grupo de personalidades: o digital influencer. Esses profissionais são, geralmente, blogueiros, youtubers ou instagrammers, conhecidos por serem mais acessíveis e atingirem grandes alcances.

A escolha por esse tipo de profissional é uma estratégia do Marketing de Influência que visa garantir mais credibilidade à comunicação de um produto ou serviço.

Porém, mais do que a influência que são capazes de alcançar e a importância de um digital influencer nas ações de marketing, um tema muito importante e cada vez mais debatido nesse campo é a publicidade disfarçada.

O papel do digital influencer

O digital influencer exerce grande poder como formador virtual de opinião, modificando o comportamento e a mentalidade dos seus seguidores. Diante dessa nova realidade, as estratégias e ações realizadas junto às empresas buscam ser naturais, promovendo a identificação das pessoas com o perfil da marca na rede social e com o conteúdo divulgado.

Porém, apesar dos benefícios às empresas e profissionais, é preciso analisar uma parte essencial desse quebra-cabeça e que é protegido por órgãos que prezam pela ética e responsabilidade no tratamento: o consumidor.

Publicidade oculta na web

As celebridades da era digital possuem milhares de seguidores e por isso se tornam interessantes à publicidade e aos patrocinadores. Porém, as marcas precisam cada vez mais se preocupar com os impactos e consequências da publicidade oculta.

Essa prática é fiscalizada pelo Código de Autorregulamentação Publicitária, órgão brasileiro que exige que sempre seja sinalizado quando um post tiver conteúdo publicitário. Essa decisão é importante para proteger o consumidor e permitir que ela tenha chances de analisar a diferença entre posts patrocinados e textos ou vídeos opinativos com indicações fundamentadas em experiências pessoais.

A publicidade disfarçada nos EUA

Preocupados com a publicidade disfarçada e suas consequências, a Agência Federal de Consumo dos EUA alertou os influenciadores que cobram por posts e ações patrocinadas em suas redes que elae devem ser transparentes em relação a essa informação.

Para garantir essa transparência, o órgão americano define que não é suficiente utilizar hashtag ou informar a ação no pé de uma foto. O aviso deve ser feito da forma mais clara possível e vale para posts no Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat ou quaisquer outras plataformas.

Casos de publicidade irregular e a ação do digital influencer

  • Gabriela Pugliesi e Ambev

Em abril de 2016, a blogueira fitness Gabriela Pugliesi e a AmBev foram advertidas pelo CONAR por infringirem a regra que “blogs não podem tentar disfarçar ou fazer com que o consumidor não perceba que se trata de propaganda comercial” e por “faltar com a boa fé e a responsabilidade social”.

A reclamação foi feita por algumas seguidoras que a denunciaram por ela ter apresentado um novo produto da Skol sem identificar o post como “de caráter publicitário”. A Ambev negou se tratar de publicidade e alegou que as mensagens foram publicadas por livre iniciativa da blogueira e Pugliesi não apresentou defesa.

  • Warner Brothers

Em julho de 2016, a Justiça americana moveu uma ação contra a Warner Brothers por sua divisão de entretenimento não ter revelado o pagamento a influenciadores para darem opiniões positivas sobre o jogo Middle Earth: Shadow of Mordor, baseado em O Senhor dos Anéis.

É cada vez mais evidente que as redes sociais colocam mídia, público e líderes de opinião no mesmo espaço, garantindo a todos eles um poder de fala muito semelhante. Por isso, é natural que ocorram confusões sobre a natureza dos posts.

No entanto, não é correto tentar vender uma ideia ou produto disfarçado de conteúdo espontâneo através da ação do digital influencer. Afinal, o público mudou, o potencial crítico se desenvolveu e o respeito pelos consumidores deve ser encarado com responsabilidade.

Para te ajudar a desenvolver as melhores estratégias para fidelizar seus clientes e conquistas novos seguidores, acompanhe as dicas que postamos aqui no blog e conte com a experiência da Raddar Digital.