O Google juntou-se recentemente com 16 outras companhias e associações para criar a Coalizão Por Melhores Anúncios. Apresentada em 15 de setembro, na Alemanha, a associação tem o objetivo de desenvolver estratégias para melhorar as apresentações dos anúncios no Google AdWords e aumentar a efetividade dos mesmos, já que os prejuízos decorrentes de bloqueadores de anúncios, como por exemplo, o AdBlock, chegaram a $ 2,8 bilhões de dólares no ano passado, segundo a Adobe.

Entenda

Ao contrário do que se pensa, a Coalizão não tem o objetivo de bater de frente com os bloqueadores de anúncios nem forçar que o consumidor seja bombardeado pelos mesmos. Segundo o CEO da IAB, Randall Rothenberg, a boa vontade dos consumidores deve ser respeitada, já que a base da publicidade é a diversidade de informações, baseada no entretenimento grátis e livre.

Cerca de 26% dos usuários de desktop usam bloqueadores. Em dispositivos móveis, a porcentagem é de 15%.

Frente a esses dados, a ideia é criar anúncios “amigáveis”, ou seja, que não causem desconforto nos usuários a ponto de que os mesmos tenham que bloquear. Além disso, é importante ressaltar que um dos principais fatores, além da abusividade de anúncios, é também a qualidade deles, já que o Google pune alguns tipos de anúncios, principalmente os caça-cliques.
Anúncios caça-cliques são aqueles em que a chamada é extremamente incitativos, e que divulgam apenas uma parte da informação a fim de que o usuário clique no mesmo e seja redirecionado para a página do anunciante. Isto causa frustração no usuário, fazendo com que ele desista de navegar. Espera-se que seja o fim dos descontos mentirosos e das promoções malucas de mentira. Além disso, aqueles anúncios em pop-up que ocupam muito a tela também serão punidos pelo buscador.

O plano de melhora do Google AdWords

A intenção é criar padrões para que os anúncios sejam veiculados: a ferramenta, sob responsabilidade da IAB Tech, iria categorizar e ranquear os anúncios de acordo com certas variáveis, como: tempo de carregamento na página, quantidade de pixels etc. Caso o anúncio desrespeitasse alguma das categorias ou exigências definidas, o mesmo não seria veiculado.
Além deste plano, a Coalizão pretende criar anúncios de acordo com as necessidades e aquilo que agrada os consumidores. Serão feitas pesquisas para que isso seja possível.

Neste sentido, a ideia é criar anúncios que atendam às expectativas do usuário e que de fato, sejam efetivos financeiramente para as empresas. Ao criar um padrão, a Coalizão facilita esta ponte, e assim, ambos os lados saem ganhando.

Quem faz parte

A Coalizão Por Melhores Anúncios é composta por: 4A’s (American Association of Advertising Agences), Association of National Advertisers, BVDW Germany, Digital Content Next, DMA, European Pulibshers Council, Google, GroupM, IAB, IAB Europe, IAB Tech Lab, Network Advertising Initiative (NAI), News Media Alliance, Procter & Gamble, Unilever, The Washington Post e World Federation of Advertisers (WFA).

O Google ainda anunciou que a primeira versão do programa que faz o ranqueamento dos anúncios deve ficar pronta ainda ao final deste ano, para chegar em 2017 ao mercado. Para se adaptar a essas mudanças, deverá trabalhar com quem entende do assunto. Acompanhe estas e outras dicas no blog da Raddar Digital!

A Raddar Digital é especialista em Google AdWords. Conte conosco para melhorar sua estratégia e potencializar seus anúncios de acordo com as boas prática do Google. Para saber mais, entre em contato conosco ou agende uma visita.