Com cada doação feita podem ser salvas quatro vidas!

Dia 25 de novembro é o Dia Nacional do Doador de Sangue. A data foi instituída no Brasil em 30 de junho de 1964, pelo decreto 53.988 promulgado pelo Presidente Castello Branco. E hoje, nossa postagem é para agradecer a estes heróis que dedicam um pouquinho do seu tempo para salvar vidas doando sangue!

Parabéns à todos os doadores voluntários de sangue!

E se você ainda não é, não perca tempo, é simples, gratuito e rápido salvar vidas, não precisa nem colocar capa, ter super poderes ou sair voando por ai para ser herói.

Primeiro, veja se você se encaixa nos requisitos básicos abaixo:

  • Estar em boas condições de saúde.

  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos.

  • Pesar no mínimo 50kg.

  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).

  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).

  •  Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Também existem alguns impedimentos temporários:

  • Caso está, ou esteve resfriado é necessário aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas para doar sangue.

  • Não é permitido doar durante a gravidez.

  • 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.

  • Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).

  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.

  • Tatuagem nos últimos 12 meses.

  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

  • Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são estados onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 12 meses.

Existem também alguns casos que não se pode doar, que são:

  • Hepatite após os 11 anos de idade. *

  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.

  • Uso de drogas ilícitas injetáveis.

  • Malária.* Hepatite após o 11º aniversário: Recusa Definitiva; Hepatite B ou C após ou antes dos 10 anos: Recusa definitiva; Hepatite por Medicamento: apto após a cura e avaliado clinicamente; Hepatite viral (A): após os 11 anos de idade, se trouxer o exame do diagnóstico da doença, será avaliado pelo médico da triagem.

E agora? Já está pronto para ser um doador de sangue voluntário?  Não perca tempo, vá até um posto de coleta em sua cidade e salve vidas!