Quando falamos em otimização de um site, é natural que a primeira ideia seja o SEO (Search Engine Optimization), afinal esse recurso pode ajudar a empresa a conseguir bons resultados, aumentar as oportunidades de negócio e se firmar como referência na área em que atua. Porém, para melhorar ainda mais esses números é fundamental que a empresa tenha também o sitemap. Para entender a importância dessa ferramenta e saber quais são as suas vantagens, continue ledo.

O que é o sitemap?

Sitemap é um mapa que permite visualizar todo o caminho que deve ser percorrido corretamente dentro do site de sua empresa. De forma mais técnica, trata-se de um arquivo .XML que contém uma lista com todas as URLs do site, a relação entre uma e outra, qual a categoria a que pertencem, qual a data da última modificação e outras informações.

O objetivo dessa ferramenta é facilitar a navegação no site para todos esses mecanismos de busca, o que permite que o processo de indexação das páginas seja mais rápido e simples.

Por que criar um sitemap: entenda os benefícios para a empresa

  • Certificar que todas as páginas podem ser indexadas

Páginas com poucos links ou que ficam a muitos cliques das páginas principais podem não ser identificadas e indexadas pelo Google. Por isso, ter essas páginas no sitemap garante que o buscador sabe da existência do conteúdo e possibilita que ele seja indexado e apresentado como resultado de pesquisa.

  • Ajudar as ferramentas de busca a entenderem a estrutura do site e indexarem melhor o conteúdo

O sitemap permite que as ferramentas de busca conheçam melhor o site, auxiliando a selecionar a página principal em caso de conteúdo duplicado ou identificar as páginas principais, além de possibilitar que a empresa adicionar tags e sugestões de prioridade e frequência para cada página.

  • Sinal de confiança

Criar e enviar o sitemap mostra para as ferramentas de busca que a empresa está investindo na qualidade do site e representa um sinal de autoridade que pode ajudar no ranking.

Dicas para criar um bom sitemap

  1. Divida o sitemap

Uma boa dica é criar mapas por categorias do site, pois isso ajuda a entender onde existem problemas de indexação.

  1. Crie um index

Caso você crie mais de um sitemap, é possível indicar um único arquivo que seja um índice e mostre onde estão os outros sitemaps.

  1. Menos de 10mb e de 50 mil URLs

Esse é um cuidado importante porque o Google não consegue trabalhar com sitemaps que possuem mais de 10mb de tamanho ou mais de 50 mil URLs inseridas.

  1. URLs canônicas

Outra boa prática é trabalhar sempre com uma URL canônica, listando no sitemap somente a versão final.

Saiba mais sobre otimização de sites acompanhando nosso blog e fique de olho em nossas redes sociais: Facebook e Instagram. Para saber como melhorar os resultados de seu site, agende uma visita na Raddar Digital.