As empresas estão investindo cada vez mais para se tornarem referência no meio digital e conquistarem mais usuários nos diferentes canais que a internet oferece. Essa busca está presente em todas as etapas de Inbound Marketing e tem o objetivo de melhorar o posicionamento digital da empresa. No texto de hoje vamos falar da etapa de atração e como as palavras-chave de cauda longa, ou Long Tail Keywords, podem aumentar as buscas orgânicas e pagas.

Conceito de cauda longa

O termo cauda longa se tornou popular com o livro A Cauda Longa – Do mercado de massa para o mercado de nicho, de Chris Anderson. A expressão é usada para explicar a estratégia de atacar vários produtos ou serviços com pouca demanda ao invés de focar em poucas coisas que têm muita demanda.

Palavras-chave de cauda longa

As palavras-chave de cauda longa (também chamadas de long tail Keywords) são formadas por três ou mais palavras que criam uma pequena frase e representam uma busca personalizada. Os termos escolhidos permitem a diferenciação na compra de palavras-chave no Google e na adoção de boas técnicas de SEO.

Por que escolher palavras-chave de cauda longa?

Por envolver palavras que representam um volume menor de buscas e, consequentemente, atingir menos usuários, muitas pessoas consideram as palavras-chave de cauda longa uma técnica arriscada.

Porém, essa estratégia representa um ganho enorme por permitir que as pessoas encontrem algo mais próximo das pesquisas que fazem, permitindo a segmentação de visitas no topo de funil e aumentando a atração de leads qualificados e do índice de qualidade do anúncio no Google AdWords.

Vantagens de usar palavras-chave de cauda longa

  • Chegar mais fácil ao objetivo

A probabilidade de clique no link é maior sempre que o usuário chega mais perto da resposta que busca em sua pesquisa. Por isso, usar palavras-chave de cauda longa facilita o caminho do público para o objetivo da página.

  • Melhor custo-benefício

As long tail keywords oferecem respostas mais diretas a quem pesquisa, o que resulta em cliques mais qualificados e aumenta as chances de conversão.

  • Menor rejeição

As palavras-chave de cauda longa possibilitam a otimização do conteúdo, o que promove a diminuição da taxa de rejeição e ainda permite que os usuários certos conheçam, comprem, retornem e indiquem sua empresa para outras pessoas.

  • Crescimento das buscas no Google

Com a menor taxa de rejeição, a qualificação nas buscas do Google é maior, o que aumenta o número de visitas no site.

Dicas para usar as palavras-chave de cauda longa

  1. Pesquise bem

Primeiro busque os termos mais relevantes para seu negócio e depois defina em quais palavras-chave investir, pois isso vai ajudar a posicionar melhor a empresa no ranking de buscas do Google.

  1. Use o Google Analytics e o Search Console

Use as ferramentas do Google para analisar seu site interna e externamente e definir quais palavras-chave de cauda longa utilizar para otimizar os conteúdos.

  1. Use sinônimos

Crie diferentes versões de palavras-chave de cauda longa trocando apenas alguns termos que sejam sinônimos ou que tratem de produtos e serviços parecidos. Além disso, evite palavras muito grandes: escolha cerca de 4 palavras-chave ou termos que tenham de 11 a 20 caracteres.

  1. Produza conteúdo de qualidade

A qualidade do conteúdo é um fator cada vez mais valorizado pelo Google na hora de rankear as páginas, por isso é essencial usar as palavras-chave de cauda longa de forma consciente, se preocupando em responder as perguntas dos visitantes.

Para conferir mais notícias e novidades sobre marketing digital e desenvolvimento de websites, acompanhe nosso blog e siga as redes sociais da Raddar Digital: Facebook e Instagram.