O e-mail marketing pode ser uma ferramenta muito poderosa, mas para isso deve ser criada de forma eficiente.

shutterstock_111242489

Uma boa campanha de e-mail marketing não fica para trás das outras campanhas de comunicação, por isso é sempre bom um profissional qualificado ser responsável por esta ferramenta. Uma campanha bem organizada é passada por um ciclo, que envolve planejamento, lista, mensuração e inteligência.

Planejamento

Para um bom planejamento é necessário ter um objetivo e uma meta a ser seguida, o que você pretende com o e-mail marketing é vender, lembrar ou informar? Defina sua meta, quantas aberturas, quantos cliques, conversões, etc. Mas mantenha o bom senso, não adianta por uma meta de 90% de abertura em uma campanha com um milhão de e-mails.

Listas

Alguns profissionais preferem comprar listas já prontas, o que não é aconselhável, já que não se sabe a origem desta lista, nem se tem a certeza de que vá atingir seu público, além de seu e-mail marketing poder ser considerado SPAM. A melhor opção é que sua lista tenha opt-in (autorização dos destinatários), agora sim, seu e-mail marketing terá segmentação.

Mensuração

Deve ser realizado um acompanhamento de todos os resultados de uma ação de e-mail marketing, apresentar os números atingidos e obter mais informações para a próxima ação. Quanto mais análises você tiver, mas dados terá para o próximo passo.

Inteligência

Último passo do nosso ciclo e ao mesmo tempo, o início para a próxima ação de e-mail marketing. A análise inteligente apresenta as pessoas que realmente interagiram com o conteúdo do e-mail marketing. As pessoas que entraram em contato para saberem mais sobre o seu produto, preço, etc. Definidos os dados mais importantes, as informações que eles nos trazem definirão as próximas ações de e-mail que serão realizadas.

Antes de fazer um e-mail marketing deve-se saber mais sobre o seu público, buscar o conteúdo certo, que ele goste de ler, deve-se saber interagir como seu cliente. O e-mail marketing é utilizado exatamente para fazer uma linha de comunicação com o público alvo, seja apenas para mantê-lo informado, como para aspecto de vendas e promoção.

Deve-se sempre lembrar que a caixa de entrada é uma ferramenta de uso pessoal do cliente, então vale mais a pena contatos que autorizam o seu e-mail marketing do que um mailing list gigantesco.